quarta-feira, 8 de março de 2017

Quando Essas Questões Sobram

Sim, verdade, rolaram uns atrasos nos posts por conta da RL (real life, pros desavisados). O carnaval tomou conta da minha vida, não por ficar pulando, mas por ter trabalhando nele. Tanto foi assim, que no penúltimo ensaio tive que faltar por conta dos compromissos de trabalho; acontece, vida adulta, é assim mesmo, e acontece com todo mundo. Mas isso não tira um leve sentimento de culpa de deixar a banda na mão, se virando para ensaiar. 

Embora a banda seja a válvula de escape do cotidiano, ainda assim existe esse sentimento de compromisso, de responsabilidade para com os outros. Não no sentido de uma obrigação, mas pelo fato de entender como os outros contam com você. Cada vez que me vejo pensando nisso, acabo me questionando se devo ensaiar ainda mais, se preciso estudar mais em casa, dar mais foco, mas o fato é que a vida não dá o espaço para nos dedicar por completo a apenas uma atividade. Assim como a banda, existem outras demandas para nossa atenção, para o nosso tempo. Desde coisas singelas do dia a dia, até eventos inesperados. 

Ontem mesmo nossa vocalista se viu numa situação dessas; pronta para ensaiar, teve que sair correndo de casa por um contratempo familiar. Nada sério, mas exigiu uma ação dela naquela hora.

Mas, seja como for, e mesmo com todas essas limitações, posso dizer que o último ensaio foi simplesmente espetacular. Fazia um par de semanas que não conseguíamos nos juntar por completo, 100% dos integrantes no mesmo ensaio. Mas foi assim a semana passada, e o resultado não poderia ter sido melhor. Fizemos todas as músicas que nos propusemos a fazer, como cada vez menos erros, e driblando acidentes de percurso entre nós. Teve toda a comunicação no palco, do jeito que tem que ser, dando espaço e segurança para que cada um pudesse se arriscar, e fazer seu melhor.

Claro, tem músicas que estão melhores que as outras, mas ainda temos um tempinho até o show para acertar os detalhes. Quais detalhes? Alguma ou outra entrada, uma convenção aqui, uma notinha errada lá... detalhes mesmo. 

Só posso dizer uma coisa: Quero tocar logo. Maio está chegando!